Desenvolvimento Social

O Cras (Centro de Referência em Assistência Social) Cidadania comemora neste mês de novembro dois anos de implantação. Atualmente, o setor realiza em média 280 atendimentos individuais mensais, além de mais 30 grupos por mês.
O principal serviço do Cras é o PAIF (Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família) que atende famílias em situação de vulnerabilidade social. A equipe do setor realiza um trabalho social com as famílias, de caráter continuado, para fortalecer a função protetiva das famílias, prevenir a ruptura dos seus vínculos familiares e comunitários, por meio de ações preventivas, protetivas e proativas. As ações são oferecidas as pessoas que precisam de cuidado, com foco na troca de informações sobre questões relativas à primeira infância, à adolescência, à juventude, envelhecimento e deficiências a fim de promover espaços para troca de experiências, expressão de dificuldade e reconhecimento de possibilidades.
Também são disponibilizados os grupos do SCFV (Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo) que possui caráter preventivo e proativo, pautado na defesa e a formação de direitos e no desenvolvimento de capacidades e potencialidades dos usuários, em busca da autonomia para enfrentamento das vulnerabilidades sociais.
O Cras Cidadania segue a Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais (resolução nº 109/2009) e divide os grupos por faixas etárias, considerando as especificidades dos ciclos de vidas.
O serviço ainda garante o acesso à documentação pessoal do cidadão, realiza inclusão e atualização do CadÚnico e acompanhamento dos programas de transferências de renda como: Bolsa Família, Ação Jovem e Renda Cidadã.

 

Atividades
Os participantes do Cras ainda participaram de diversas atividades externas neste ano de 2017, como: 11ª Conferência Nacional de Assistência Social; Campanha de Prevenção a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes; Campanha de Conscientização do Meio Ambiente com plantio de mudas nos bairros; Semana em Comemoração ao Dia do Índio, com a participação no Arranchamento Indígena; Gincana no Campo Aberto, com o objetivo de socialização, regras e limites; visita dos jovens ao Senai de Rafard e Instituto Federal; bem como a viagem ao Catavento Cultural.

 

Quem participa

Para fazer parte é necessário ser residente do território de abrangência do Cras Cidadania, sendo os bairros: Santo Antônio, Santa Tereza d'Ávila, Engenho Velho, São José, Loteamento São José, Vila Izildinha, Castelani, Raia, Gênova, Morro Amarelo, Sítio Pagotto, Chácara Jaraguá e Loteamento Jardim Jatobá.
As famílias interessadas podem ir pessoalmente ao Cras Cidadania que fica localizado na Rua Profª Dulcina Bartolomeu Hoppe, 78, Bairro Santo Antônio, onde passarão por atendimento psicossocial (assistente social e psicólogo). Após avaliação e estudo social das famílias, os mesmos poderão ser inclusas nos respectivos serviços e grupos.

Leia mais ...

Pagina 1 de 13

Newsletter

Joomla Extensions powered by Joobi